29 abril 2013

Diário de Guerra

Estas são entradas de um jornal de um anônimo na Wehrmacht (termo alemão para "Força de Defesa") alemã durante a Segunda Guerra Mundial, traduzidos para o Inglês que, por sua vez, foram traduzidas por mim para o português.

----

03/01/1941
Como era estranho. Um bom amigo meu e eu estávamos patrulhando ao redor da base. Foi quando eu vi algo perto de uma árvore. No começo eu pensei que era meus olhos me enganando, mas, em seguida, meu amigo apontou para aquilo. Nós dois viramos e olhamos para o outro, então nós olhamos novamente e aquilo foi embora. Nós não pensamos em nada e seguimos em frente.


05/01/1941
Nossa vez patrulhando novamente. Nós o vimos mais uma vez, a coisa, mas estava mais perto desta vez. Meu amigo e eu não éramos os únicos a vê-lo. O homem da torre de guarda também viu. Ele era alto, magro e parecia um homem. Era noite, então eu não podia ver seu rosto. Todo mundo foi informado de que talvez haja alguém tentando invadir a base e foi orientado a ficar em guarda.


06/01/1941
Está mais próximo e eu estou assustado. Parece Der Großmann, o ser sem rosto, ouvi tantas histórias quando eu era criança. Ele está mais próximo da base e fica ali observando. Ele parece ter um interesse pessoal em mim. Nós já abrimos fogo sobre ele várias vezes, nada aconteceu. Todos nós vamos morrer.


01/09/1941
Esta é a minha última entrada. Meu amigo, eu e três outros soldados nos trancamos no armazenamento de alimentos. Ele matou quase todo mundo, exceto para pequenos grupos de soldados diferentes escondidos em lugares como nós. Acho que ele está lá fora, esperando. Eu o vejo sempre que eu olho para fora da janela. Eu posso escrever mais, se nós não estamos morrermos. Deus nos vê por isso. (Não consegui traduzir bem isto)


05/09/1941
Quatro dias ... apenas quatro malditos dias nós estivemos aqui. Parece que já fazem meses. Estou apavorado. Essa merda continua me olhando. Eu tentei convencê-lo a sair. Eu não quero morrer, eu tenho 22 anos eu sou muito jovem. Eu detesto isso. Estou morrendo de medo ... Eu não durmo desde que ele começou a matar os outros. O que também é muito preocupante é o fato de que ele nem sequer tentou entrar aqui dentro. Eu tenho certeza que ele podia. Mas não, ele fica lá, na porra da janela zombando de mim. Ele está me irritando. Eu gritei no topo dos meus pulmões para ele. Ele não tem olhos, mas ao mesmo tempo eu posso senti-lo olhar para mim. Estou cansado, tão cansado que eu acho que eu poderia tentar dormir. Espero que eu possa consiga, eu estou ficando louco.


Resultado
Todos os homens foram encontrados mortos naquela noite com enormes buracos em seu torso e sangue por toda parte. Este diário foi encontrado por um anônimo do exército dos EUA depois que a Alemanha se rendeu. Ninguém sabe exatamente como eles morreram, mas é assumido que morreram naquela noite. Algumas semanas mais tarde, o anônimo que encontrou o diário foi encontrado morto em seu posto.




Fonte:The Slender Man Wiki

2 comentários:

  1. Pessoal, preciso que algum dos autores entre em contato comigo por email!

    Obrigado!

    ResponderExcluir